sábado, 25 de dezembro de 2010

"Como é bom ver a família reunida para o jantar."

Família reunida? Jantar? Natal? Presentes? Quanto tempo faz que eu não sei o que é isso. Quando a família tá junta é pra brigar. Esse ano eu não tive natal, nem ceia. Quem dirá presentes.
Tenho saudades da minha infância, de quando juntava toda a galerinha da rua pra brincar e quando começava a entardecer as mães gritavam pra gente se banhar e ficar arrumadinho esperando dar meia-noite pra ceiar e poder abrir os presentes. Eu sempre dormia no sofá assistindo alguma coisa na televisão e só era acordada na hora de comer, mas eu nunca comia, ia logo ver o que eu tinha ganhado. O que a mamãe, a vovó e o vovô me deram. Infelizmente meus irmãos mais velhos acabaram com a minha ilusão infantil de que existia papai noel antes de eu saber o que ele era. Mas eu nunca me incomodei. Eu achava que sempre ia ter o meu presente embaixo da árvore e que eu ia poder pular a ceia pra brincar com o que achavam que eu ia gostar de ganhar como presente.
Mas hoje em dia eu vejo, ok, tem mais de 2 anos, que eu parei de ganhar presentes, de ficar feliz na ceia, de gostar da família toda junta, de me divertir perto deles, de me sentir bem ao lado da minha própria família. As vezes concordo quando eles dizem que o problema é comigo. Todo mundo vai, todo mundo se diverte, todo mundo gosta. Menos eu, E agora a minha mãe não vai mais. Ela nunca gostou das brigas, mas ela sabe que é família e ela tem que estar perto, ela sempre gostou de estar lá perto, junto deles todos, mas ela quase nunca pode ir, por causa do trabalho.
Mas eu não gosto e não quero ir. E porque ninguém entende isso? Quando eu vou eu ouço um monte de coisas por ter ido, se eu não vou ouço por não ter ido. QUAL É? quem é que aguenta isso? Mas quando eu passar no vestibular.. LÁ LONGE eu não voltarei nunca, nem pro natal. Aliás, o que é Natal?

2 comentários:

deia.s disse...

Gosto dos seus posts, sério! :*

Undisclosed Desires disse...

Natal realmente é uma droga. Que bom que não sou a única a detestar a hipocrisia do espirito natalino. HAHAHA