sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Bailar


Em breves e leves movimentos
A elevação de seus pés
Longe de um possível revés
E da perseguição de olhos atentos.
Um salto, um deslize, um rodopio
E a simpatia que nos ilumina
Na escuridão de um palco vazio
Baila a delicada bailarina.

7 comentários:

Taaii disse...

Simples e beloo :)

Pedro Dantas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Dantas disse...

Encantador, Bea!
Adorei, mesmo.
Impossível não comparar a leveza dos versos com a leveza do balé, toda simplicidade e beleza.
Parabéns!

Sam disse...

AAAAAAH, você é uma fofa *-*
amei, ameii, ameeei!
e lembrei dos nossos tempos de Ballet aos 8 aninhos :')

Bea Marques disse...

eu também, Sam *-*

Taaii disse...

Beaa, selo de qualidade rsrs!
Veja lá a última postagem minha :)

deia.s disse...

Ah, escreve lindamente *-*
Parabéns flor.